Você já ouviu falar do EPI-NO?

O QUE É EPI-NO E COMO ELE PODE AJUDAR NO PARTO NORMAL Algumas mamães preferem a cesárea, enquanto outras não abrem mão do parto normal, mas a verdade é que nem sempre conseguimos escolher como vai ser o nascimento do nosso bebê. Temos que fazer o que é o melhor para ele no momento dele, por isso precisamos estar preparadas para esse grande momento. No que compete a nós, devemos buscar as melhores informações e estarmos antenadas com tudo que a medicina tem para nos oferecer com o momento de trazer nosso filho ao mundo. Hoje eu quero apresentar para vocês o EPI-NO, um aparelho que pode ajudar muito no parto normal e diminui as chances de que seja preciso fazer uma episiotomia. O nome é um pouco estranho, mas eu já vou te explicar. O QUE É EPISIOTOMIA?EPISIOTOMIA A episiotomia é um procedimento cirúrgico feito no momento do parto. Você provavelmente já deve ter ouvido falar sobre ele, mas não sabia seu nome técnico. Nesse procedimento, o médico faz um corte na região do períneo, aquela paredinha que temos entre a vagina e o ânus, para poder aumentar o canal da passagem para o bebê. Alguns médicos afirmam que o corte só é feito caso o bebê esteja sofrendo para nascer, a episiotomia vai auxiliar a passagem da cabeça do bebê, mas sabemos que esse procedimento acabou virando um padrão nos partos (também com objetivo de facilitar). Além disso, o médico pode fazer um corte maior do que o necessário para a passagem do bebê, podendo até causar alguns problemas para a gestante. Normalmente, as mães não sentem dor na região, pois recebem anestesia local, mas é melhor evitar o procedimento sempre que não for necessário.Essa imagem representa bem como o procedimento é feito: O QUE É EPI-NO? O EPI-NO é um aparelho feito de silicone inflável, ligado a um medidor de pressão, que simula a cabeça do bebê para treinar o assoalho pélvico da vagina até o momento do parto. Ele foi criado na década de 1990, por um médico alemão, para evitar que a episiotomia fosse feita no parto normal, por isso, seu nome vem de “episiotomia não”. COMO O EPI-NO PODE AJUDAR NO PARTO? O EPI-NO atua no alongamento da musculatura do períneo. O balão insuflado ajuda a gestante a treinar a expulsão, simulando a força que é preciso fazer durante o parto.Esse treinamento deve ser feito sob a supervisão de um fisioterapeuta especializado em assoalho pélvico. Com a orientação do especialista, a gestante deve introduzir o balão de silicone no canal vaginal e insuflado progressivamente. A gestante pode começar a usar o EPI-NO a partir da 34ª semana de gravidez e com a liberação do obstetra. É fundamental que o fisioterapeuta especializado faça uma avaliação para identificar as condições de cada gestante, pois as mamães com maior dificuldade para controlar a musculatura ou com músculos rígidos precisam se preparar mais.EPI-NO  MASSAGEM PERINEAL: UM COMPLEMENTO PARA A SUA PREPARAÇÃO A massagem perineal também é uma alternativa que pode ajudar as mães no momento do parto. Ela pode começar a ser feita também a partir da 34ª semana. Essa massagem estimula a musculatura do assoalho pélvico, fazendo com que ele se alongue e fique mais flexível para o momento do parto. Se comparado com o uso do EPI-NO, a massagem perineal foi comprovada cientificamente como uma aliada no estímulo da musculatura pélvica, porém, não permite o treino da força expulsiva.Qualquer uma das duas técnicas não garante que o períneo permaneça intacta, pois as lesões no parto vão depender de uma série de fatores. Outras técnicas também podem ser utilizadas, além do EPI-NO e da massagem pélvica, como os exercícios de contração e relaxamento da musculatura do assoalho pélvico. Eles vão fortalecer a região e promover um melhor controle para o parto. Além disso, esses exercícios ajudam a prevenir e reduzir os riscos de disfunção do assoalho pélvico, como perda urinária, etc. Porém, é importante seguir a orientação de um profissional.MASSAGEM PERINEAL  FONTE: Macetes de mãe

Compartilhe!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.