Porque fazer o teste do pezinho

Toda criança nascida em território brasileiro tem direito ao Teste do Pezinho Básico, totalmente gratuito. O teste do pezinho é obrigatório por lei em todo o Brasil desde 1992. Este exame é coletado nas maternidades no momento da alta hospitalar.

O Teste do Pezinho é um exame de prevenção rápido, que coleta gotinhas de sangue do calcanhar do bebê. Para que a prevenção seja possível, a coleta deve ser efetuada após as 48 horas do nascimento, entre o 3º e 5º dia de vida do bebê, mas o importante é que tenha iniciado a alimentação com leite.

Este exame tem a finalidade de impedir o desenvolvimento de doenças, que se não tratadas, podem levar à deficiência intelectual e causar prejuízos à qualidade de vida do bebê. É uma ação preventiva que detecta precocemente doenças metabólicas, genéticas e infecciosas assintomáticas no período neonatal, a tempo de interferir no curso da doença, permitindo, desta forma, a iniciação do tratamento precoce específico e a diminuição ou eliminação das sequelas associadas a cada uma dessas doenças.

O teste do pezinho é uma das principais formas de diagnosticar precocemente seis doenças, que são atualmente as doenças contempladas no Programa Nacional de Triagem Neonatal: Fenilcetonúria, Hipotireoidismo congênito, Doença falciforme e outras hemoglobinopatias, Fibrose cística, Deficiência de biotinidase e Hiperplasia adrenal congênita.

Para que o procedimento ocorra de forma tranquila é recomendado que a mãe segure o filho em pé, no seu colo. Dessa forma, o bebê se sentirá mais seguro e a posição do pezinho, voltado para baixo, facilitará a saída de sangue. O resultado pode demorar até 30 dias e é fundamental que os pais se informem no hospital como devem fazer para obter o resultado.

Talvez você já tenha se perguntado do motivo pelo qual o teste do pezinho é feito no pé do bebê. Essa escolha foi feita por ser uma região bastante irrigada no corpo, o que facilita o acesso ao sangue para a coleta da amostra. Em todo o mundo, a coleta do exame é realizada pela punção no calcanhar e por isso, aqui no Brasil, é popularmente chamado de Teste do Pezinho.

Apesar de muitos bebês chorarem durante o exame, a picadinha no calcanhar é muito importante para dar as melhores condições de desenvolvimento para seu bebê. Esse não é um exame que traz riscos ao bebê. Muito pelo contrário, é rápido, pouco invasivo e até bem menos incômodo do que a coleta com seringa em uma veia no bracinho.

ATENÇÃO: Se o bebê for prematuro – idade gestacional menor que 37 semanas ou baixo peso – peso de nascimento abaixo de 2.500 gramas,  deverá ser feita uma segunda coleta quando a criança completar um mês porque o exame da triagem de hipotireoidismo congênito e de hemoglobinopatias precisa ser repetido nesses bebês.

Fontes: Manual de procedimentos para postos de coleta do teste do pezinho – Hospital Universitário Júlio Müller – Serviço de referência em triagem neonatal do estado do Mato Grosso, Maio de 2013.

http://www.blog.saude.gov.br/index.php/materias-especiais/51815-entenda-a-importancia-do-teste-do-pezinho-para-o-bebe

http://www.apaesp.org.br/pt-br/teste-do-pezinho/profissionais-de-saude/Paginas/default.aspx

A importância do teste do pezinho- Revista UNILUS Ensino e Pesquisa, v. 12, n. 27, abr./jun. 2015, ISSN 2318-2083 (eletrônico) · p. 101

Jovania Santos Nascimento COREN: 352497

Enfermeira formada pela UNIBAN (Universidade Bandeirante) com experiência em Neonatologia, Pediatria, Consultoria de Amamentação e atendente Bellamaterna.

Contatos:

E-mail: [email protected]

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/jovania-santos-nascimento-21323479

Compartilhe!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.